Tutor coloca ar-condicionado na casinha da cachorra para amenizar o calor

0
517

O técnico em ar-condicionado Wymar Ramos de Araújo, de 39 anos teve uma atitude no mínimo inusitada. Na cidade onde ele mora as temperaturas costumam ficar bem quentes em várias épocas do ano e enquanto ele e sua família sofriam dentro de casa, a Hana, sua cachorra, penava de tanto calor em sua casinha.

Enquanto ele regava as plantas do quintal aproveitou para espirrar um pouco de água em Hana. A danada se animou e não queria sair debaixo do esguicho! Foi aí que a Wiomara, sua filha, deu uma ideia: “Pai, se ela gosta tanto de se refrescar, por que não tem um ar-condicionado também?” 

Parecia uma boa solução. Afinal, quando a Hana era menorzinha, ficava o tempo todo dentro da nossa casa e, nos dias de calor, se enfiava no quarto, onde temos ar-condicionado. Era o jeito que ela achava de se refrescar e brincar com meus filhos. Só que o tempo passou e a Hana cresceu. Como ela é um pastor alemão, ficou enorme e não cabia mais convivendo com a gente lá dentro.

Por isso, no começo deste ano, Wymar resolveu construir uma casinha pra ela no quintal, onde ficaria mais confortável. O mais inusitado vem agora. Wymar gastou R$ 1.500 para comprar um aparelho de ar-condicionado, viu sua conta de energia elétrica subir e não se arrependeu.

Assim que o ar foi instalado, Hana já mudou da água para o vinho. O cansaço e a moleza passaram e ela voltou a latir mais, brincar, pular… Desde então, o ar fica ligado pelo menos duas horas durante o dia e uma hora pela noite. Assim que a Hana ouve o barulhão dele ligando, já corre pra dentro da casinha para se refrescar! O veterinário disse que não tem problema algum nosso pet ter um ar-condicionado na casinha. Pelo menos até agora, ela não passou mal nenhuma vez.

A conta de luz de Wymar aumentou cerca de R$ 80, mas isso não é nada se comparado à alegria de ver Hana tão bem. “Aqui em casa, ninguém da família passa calor, inclusive nossa cachorra!”

Para o serviço ficar completo recentemente além do ar-condicionado a cachorra ganhou o acabamento de sua casinha que contou com pintura, troca do telhado e uma grade de proteção que substituiu a corda no pescoço do animal.