NÃO SEJA UM SEM NOÇÃO: AS PATAS DO SEU CACHORRO PODEM QUEIMAR NA CALÇADA QUENTE

0
2570

Ferimentos nas patas acontecem com certa frequência, ainda mais no verão,  injúria nem sempre  detectada pelos tutores que, na cidade, passeiam  com seus cães em locais mais arborizados e geralmente na hora em que o sol não está a pico.

Mas nem sempre é assim. Vemos muitos tutores sem noção que levam seus bichinhos para passeios com aquele solzão escaldante. E isso é um sério risco.

As almofadinhas plantares, aparentemente espessas e resistentes, são extremamente sensíveis a superfícies quentes, principalmente quando a animal é de apartamento. Seu cão pode até ensaiar alguns passinhos ao seu lado mas acaba desistindo em função da calçada, asfalto ou areia estarem muito quentes. Insistir é um erro gravíssimo que pode resultar em queimaduras, o que agrava  ainda mais a situação.

Um pouco antes do seu pet sentar, nítida manifestação de protesto ao passeio, verifique se ele não estava caminhando rápido demais, quase “trotando” a sua frente, uma reação semelhante a da criança que fica pulando na calçada quente até que encontre para os pés uma proteção eficiente, seja sombra ou chinelos.

As almofadas das patinhas do seu cachorro são super sensíveis. Tome muito cuidado para não levar seu cão para passear nos horários mais quentes do dia.

Entendida a teimosia?

O ideal não apenas para as patas, mas para a saúde de seu pet, é promover caminhadas dentro daquele conhecido intervalo de tempo liberado pelos dermatologistas. Há quem recorra às botinhas para cães, mas no verão nem todos gostam de caminhar vestidos, ainda mais se não foram acostumados a isso.

Se você tem dúvidas sobre se a temperatura está boa ou não, uma boa técnica é colocar a palma da mão em contato com o chão por cerca de 30 segundos. Se for possível aguentar a temperatura em sua mão durante este tempo, o seu bichinho poderá passear sem problemas, caso o contrário, espere ou então faça uso de acessórios como sapatinhos, caso o seu cão já esteja familiarizado.

Além de ter sérias queimaduras nos coxins, horários onde a temperatura está mais quente podem causar hipertermia no seu animal. CUIDADO

Ah! Outro cuidado é também muito importante: independentemente do calor, as patas dos animais também sofrem com pedrinhas, galhos e até cacos de vidro nem sempre visíveis a olho nu, mas que podem penetrar ou cortar os tecidos, incidente que se não provocar uma gritaria intensa na hora do ocorrido, pode fazer seu pet mancar ou lamber insistentemente a região atingida.

Uma inspeção diária na volta de seus passeios é uma forma de verificar a integridade das almofadinhas plantares. Lavar debaixo da torneira ou com o auxílio de uma mangueira também ajuda a remover detritos e deixar a área limpa para inspeção.

Passeio com cachorros

IMPORTANTÍSSIMO NESSE CALORÃO: leve sempre água com você quando o passeio for mais longo ou quando você estiver em um parque com seu pet, a hidratação é muito importante nessas épocas de clima mais seco.

Leve sempre um bebedor portátil durante seus passeios com seu pet
Leve sempre um bebedor portátil durante seus passeios com seu pet

Tomando esses cuidados você melhora consideravelmente a qualidade de vida do seu bichinho. Por isso, toda vez que ver algum sem noção passeando com seu animal de estimação sob um sol escaldante, passe essa super dica do Quatro Patas para ele.

#gentequetratabemosanimais