ELE LUTOU ATÉ O FIM PARA ESTAR NO CASAMENTO DA PESSOA MAIS IMPORTANTE DA SUA VIDA

0
1336

Essa é mais uma daquelas histórias que arrancam lágrimas e que nos aquecem o coração. A história da bela amizade entre Kelly O’Connell e o labrador Charlie começou há 15 anos, quando o animal tinha apenas 12 semanas. Ela trabalhava em um abrigo como veterinária e quando Charlie apareceu, não teve dúvida e o adotou.

Passados alguns anos, Kelly conheceu James, que, assim como ela, também era veterinário. Os dois namoraram e decidiram oficializar o casamento.

Só que nesse meio tempo, descobriram que Charlie estava com um tumor cerebral. O cachorro se sentia fraco, e rapidamente se cansava. Eles então decidiram correr com os preparativos do casamento, pois sabiam que Charlie poderia não esperar muito tempo.

E assim foi. Faltando duas semanas para a cerimônia, Charlie sofreu cinco ataques convulsivos. Kelly via todo seu sofrimento, mas não podia fazer nada além de tentar confortar seu bicho de estimação.




No entanto, para surpresa de toda a família, o estado de saúde do labrador melhorou após alguns dias. Ele deixou de sofrer convulsões. “Ele parecia um cachorro totalmente saudável”, relembra Kelly.

Ficou evidente que ele não apenas viveria para ver o casamento, como também queria estar presente na cerimônia. Kelly acha que Charlie viveu seus últimos dias por ela. É claro que o cachorro não entendia o que acontecia no casamento, mas parecia feliz por estar rodeado pela família, e certamente sentia que participava de algo importante. Kelly viu a felicidade que brilhava nos olhos do cão durante aquele dia tão especial.

Aliás, foi Charlie quem levou Kelly ao altar. O casal abraçou muito o cão, e dizia: “Você conseguiu, amiguinho, deu tudo certo!”

Charlie passou os últimos minutos de sua vida diante da lareira, cercado por pessoas que gostavam muito dele. Kelly é muito agradecida pelos 15 anos que passou ao seu lado. E também pelos momentos de felicidade presenteados por Charlie no dia mais importante de sua vida.